PROJETO EDUCAÇÃO FISCAL, CIDADANIA E COMBATE À CORRUPÇÃO – O Brasil que queremos começa aqui!

Trata-se de um projeto em desenvolvimento nas escolas públicas e particulares do Município de Toledo que tem por objetivo principal a EDUCAÇÃO PARA A CIDADANIA PARTICIPATIVA, onde busca-se, por meio de palestra, a conscientização da importância de nosso comportamento diário na construção do BRASIL que queremos.

Neste contexto, a argumentação da palestra segue a seguinte linha de raciocínio:

a) Estimular o COMPORTAMENTO ÍNTEGRO, HONESTO, RESPEITOSO, JUSTO E SOCIALMENTE PROATIVO das nossas CRIANÇAS E ADOLESCENTES e desestimular qualquer comportamento que cause prejuízo a bens e valores públicos em benefício próprio ou de outrem;

b) Refletir sobre a IMPORTÂNCIA DAS NOSSAS ATITUDES INDIVIDUALIZADAS em situações quotidianas, salientando que “O BRASIL QUE QUEREMOS COMEÇA AQUI”, na medida em que contribuímos sobremaneira para que isto aconteça, ASSUMINDO NOSSOS DEVERES, COM HONESTIDADE E TRANSPARÊNCIA, respeitando ao próximo (independentemente de nossas divergências ou diversidades de qualquer natureza) e AGINDO SEMPRE NO COMBATE À CORRUPÇÃO;

c) Demonstrar o que são e para que se destinam os TRIBUTOS e como o nosso Estado arrecada;

d) Fazer um paralelo entre o ESTADO BRASILEIRO E OUTRAS GRANDES ECONOMIAS DO MUNDO, demonstrando-se que, pela má gestão dos recursos arrecadados, deixamos de ter serviços públicos de qualidade. Salientar que, nossas ações diárias, contribuem neste processo decisivamente, contextualizando situações rotineiras (respeito na fila do lanche, integridade no cumprimento das tarefas, zelo pelo prédio da escola) que podem impactar positivamente no dia a dia da comunidade escolar, da cidade e do País;

e) Salientar a importância da ARRECADAÇÃO PELO ESTADO para que se tenha DISTRIBUIÇÃO DE RENDA e garanta-se A IMPLEMENTAÇÃO DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS;

f) Propor a PARTICIPAÇÃO DE TODOS NA FISCALIZAÇÃO DESTE PROCESSO, tanto na arrecadação dos tributos, quanto na gestão destes recursos;

g) Conscientizar a respeito da FUNÇÃO DE NOSSOS REPRESENTANTES (eleitos ou não) e do nosso papel proativo no que diz respeito ao controle das ações destes;

h) Sugerir FORMAS DE CONTROLE FISCAL, como o uso de “sítios governamentais” destinados ao monitoramento das contas públicas, o uso do APLICATIVO “TÁ DE PÉ” (gestão de recursos federais na Educação) e a sugestão de REALIZAÇÃO DE ABAIXO-ASSINADOS, destinados aos gestores do orçamento público, envolvendo toda a comunidade escolar, como forma de controle, bem como reinvindicação justa e eficiente dos anseios da população;

i) Incentivar a PARTICIPAÇÃO NO PROGRAMA NOTA PARANÁ, explicando a importância de se exigir a nota fiscal e propondo que cada escola participe ativamente, arrecadando cupons fiscais que podem ser direcionados às instituições beneficentes participantes a fim de que estas recebam os créditos oferecidos pelo Estado do Paraná;

1.3 Descreva a relação da Proposta apresentada com a atividade de  A boa formação escolar vai muito além de uma nota dez e da aprovação no vestibular. O papel da escola é preparar crianças e jovens para serem cidadãos mais conscientes, críticos e participativos. Dessa forma, eles poderão exercer seus direitos e  Prevenção Primária à Corrupção, conforme definida no Edital.  deveres de forma mais responsável. Para isso, é preciso pensar a educação sob diferentes e novos pontos de vista, transformando as antigas práticas e buscando alternativas inovadoras;

Esta é a NOSSA PRINCIPAL MISSÃO: Estimular o COMPORTAMENTO ÍNTEGRO, HONESTO, RESPEITOSO, JUSTO E SOCIALMENTE PROATIVO das nossas CRIANÇAS E ADOLESCENTES e desestimular qualquer comportamento que cause prejuízo a bens e valores públicos em benefício próprio ou de outrem;

1.4 Valor INTEGRIDADE trabalhado?  Sim;
1.4 Valor HONESTIDADE trabalhado?  Sim;
1.4 Valor RESPEITO trabalhado?  Sim;
1.4 Valor RESPONSABILIDADE trabalhado?  Sim;
1.4 Valor JUSTIÇA trabalhado?  Sim;
1.4 Valor PROATIVIDADE SOCIAL trabalhado? Sim;
1.4 Algum outro valor trabalhado?  Educação Fiscal;
1.4 Descreva como sua proposta trabalha com valores, especialmente os assinalados na questão anterior;

A EDUCAÇÃO É UM DEVER DA FAMÍLIA, DO ESTADO E DA SOCIEDADE! Educar para a cidadania requer portanto a PARTICIPAÇÃO DE DIVERSOS SEGMENTOS e esse esforço é dever de todos. A Educação, como possibilidade de transformações, é de importância vital porque pode PROMOVER, NA FORMAÇÃO DOS CORAÇÕES E MENTES DAS NOVAS GERAÇÕES, O COMPROMISSO COM OS PRINCÍPIOS QUE SUSTENTAM UMA SOCIEDADE JUSTA, SOLIDÁRIA E MENOS CORRUPTA;

Nosso PROJETO TRATA DO ENSINO DE VALORES, que são necessariamente APRENDIDOS NAS EXPERIÊNCIAS DE VIDA, nas relações que ocorrem em todas as instituições e espaços sociais. Neste contexto A ESCOLA É, POR SUA FUNÇÃO SOCIAL EDUCATIVA ESPECÍFICA, UM INSTRUMENTO PODEROSO;

Por meio dela, A PREVENÇÃO PRIMÁRIA À CORRUPÇÃO pode ser sistematicamente planejada e transmitida durante todo o período mais importante de formação das pessoas, que vai da infância à juventude. É, portanto, UMA INALIENÁVEL TAREFA DE TODOS NÓS.